Oficiais dão primeiro passo para se tornar majores


O Curso de Especialização em Segurança Pública (Cesp), edição de 2017, foi encerrado na tarde desta quarta-feira (6), em cerimônia realizada no auditório Jornalista Miguel Calmon, da Assembleia Legislativa (Alba), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. A pós-graduação latu sensu é requisito para que capitães da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar se capacitem para ascender ao posto de major, oficial superior.
Com duração de 360 horas, a especialização ofereceu as disciplinas de Elaboração, Análise e Avaliação de Projetos, Criminologia, Administração de Recursos, Planejamento Estratégico, Direito Administrativo Aplicado (com ênfase em licitação e contratos), Administração Financeira e Orçamentária, Inteligência Policial e Estudos sobre Cidade e Segurança, entre outras. 
Os 81 alunos também apresentaram, como trabalho de conclusão de curso, projetos de intervenção nas áreas de segurança pública e defesa social. Entre os formandos, 73 são oficiais da PM, dois do CBM, cinco pertencem à Polícia Militar e ao Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe e um é da PM do Rio de Janeiro.
O secretário da Segurança Pública em exercício, Ary Pereira de Oliveira, parabenizou a turma, acrescentando que os formandos estão agora ainda mais qualificados para servir a sociedade. “O excelente resultado que vocês obtiveram é uma recompensa pela dedicação durante todo o curso. Estamos todos orgulhosos por esta conquista”, enfatizou. 
Fonte: Ascom/SSP

ÚLTIMAS DE BAHIA

%d blogueiros gostam disto: